capasite

O Natal propõe tempo de preparação, de celebração e de graça.

A preparação exige corajosa, honesta e sensata reflexão, seguida da decisão sincera duma faxina interior para fazer do coração e mente a manjedoura para Jesus nascer e ser acolhido: preparação como quem crê n’Ele e não apenas acredita…

A celebração naquela noite/dia não exige dispensar ceias e presentes materiais: basta coloca-las no seu devido lugar. É a celebração que só sente o anfitrião que acolhe e partilha amorosamente: quando o visitante chega constata que o visitado transborda de felicidade…

A graça resulta em na sequência colher e saborear os frutos da preparação e da celebração. Conforme melhore a preparação e a celebração, mais graça acontece e a manjedoura vai se tornando segura e bela morada permanente…

No Natal Jesus quer nascer, visitar, aclarar e alegrar coração e mente de quem escolher ser Seu anfitrião: tê-Lo presente é o melhor presente!

Se você é descrente, não crente ou crente de outra religião, tente relevar as contradições e separações entre inúmeros cristãos. Que você, com seus dignos valores, seja oportuno presente para algum cristão vacilante; e não desperdice ocasiões para receber como presente o testemunho que tantos verdadeiros cristãos vivem proporcionando.

Feliz Natal, todos os dias!

José Carlos de Oliveira

fb.com/oliveirajosecarlos 

41 9844 8018 (WhatsApp)

Publicado originalmente em 22 de dezembro de 2016