QUEM SOU

Você e eu, para todos!

Escrevia por lazer e adiante foi se tornando uma ferramenta de apoio a atividades profissionais e voluntárias. Vieram convites para publicar na internet, jornais e revistas; para palestras, entrevistas e comunicar em rádio. Diagramar, redigir e editar tabloides e apostilas, falar em público e ao microfone passou a ser comum.

Para ser convergente às ideias e ideais aos quais aderi, e as atitudes correspondentes, quanta vez, disse não em situações nas quais quase todos diriam sim e teriam chances de angariar fama, poder e dinheiro. Quando entendo ser oportuno, digo à frente o que se costuma omitir ou só dizer às costas. Mesmo que algumas atividades exijam alcançar o maior número de pessoas, gosto de ser malvado com minha vaidade e, com frequência, deixo em segundo plano minha imagem e meu nome: em primeiro esteja o serviço e a mensagem. Não sou tão inteligente, carismático e os assuntos e abordagens que vejo como importantes são, para multidões, tidos por entediantes ou sequer são percebidos. Resulta que tenho alguma autoridade e credibilidade, mas, pouca popularidade: porção de gente até me taxa de exigente demais e antipático; e posso ser – como todo mundo, não sou unanimidade.

Gosto de observar e depreender o básico do comportamento humano e tentar gerar oportunidades simples e viáveis para sair da mesmice da mediocridade: se é difícil verdadeiramente priorizar o ser e não o ter, muito mais difícil é verdadeiramente ser – com qualidade, adequação e inovação – e não apenas parecer!…

Meus escritos focam o que chamo de constante processo de aperfeiçoamento pessoal e profissional. Para mínima organização, insiro-os em grupos:

– formação pessoal e profissional;

– comunicação;

– cidadania e política;

– desenvolvimento sustentável e sustentabilidade;

– fé e religião.

Se o conteúdo é de valia ou não, cada leitor ou ouvinte concluirá; se você tiver bom proveito, ótimo. Se sua opinião, sugestão ou crítica me ajudar a melhorar, desde já agradeço.

José Carlos de Oliveira – consultor de recursos humanos, teólogo, radialista, articulista, empreendedor, associativo e cidadão engajado. Mais que um formador, aprendiz e provocador fraterno: para quem é notável pelo que é, e não pelo que faz de conta ser!